Apigraf atribui prémio Inovação à Renova

Apigraf atribui prémio Inovação à Renova

A apigraf atribuiu à RENOVA – FÁBRICA DE PAPEL DO ALMONDA, S.A, no passado dia 3 de julho, o PRÉMIO INOVAÇÃO APIGRAF REGIÕES, em cerimónia realizada no Salão Nobre do Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

Inserido no projeto SIAC “Apigraf — Inovar para Vencer”, o PRÉMIO INOVAÇÃO APIGRAF REGIÕES visa distinguir uma empresa dos setores representados que tenha desenvolvido e implementado soluções inovadoras de negócio. Este galardão tem assim como objetivos valorizar as empresas das Regiões NUTS II, Norte, Centro e Alentejo, enquanto protagonistas de projetos exemplares de desenvolvimento empresarial já concretizados, e destacar o caráter representativo e a importância das empresas destas regiões no setor e na sociedade portuguesa, envolvendo na dinâmica do evento parceiros e clientes de diferentes áreas de atividade.

Como referiu na ocasião o Presidente da apigraf, José Augusto Constâncio, o PRÉMIO INOVAÇÃO APIGRAF REGIÕES “reconhece publicamente o mérito de uma empresa que se soube afirmar não só a nível nacional, mas também internacional, demonstrando como algo tão simples como o papel de uso sanitário pode ir muito mais além e tornar-se um caso singular no mercado”.

A Renova — Fábrica de Papel do Almonda, S.A. foi fundada em 1939 e, desde então, tem desenvolvido uma estratégia que passa pela inovação no produto de forma a conseguir a diferenciação das suas propostas de valor.

Luís Saramago, responsável do marketing da galardoada, fez uma apresentação em que destacou as inovações que a empresa tem trazido ao mercado, desde logo o conhecido Renova Black Label, o primeiro papel higiénico preto no Mundo, que foi um verdadeiro case study. Realçou também as mais recentes novidades da empresa, nomeadamente a possibilidade de personalização de guardanapos pelos clientes.

O reconhecimento do júri, constituído pelo Professor Dr. Luís Humberto Marcos, em representação do Museu Nacional da Imprensa / Jornais e Artes Gráficas, pelo Professor Horácio Gomes Lourenço, em representação da Escola Artística e Profissional Árvore e pelo Professor Dr. Eduardo Aires, em representação da White Studio, S.A., assentou, assim, no facto de considerar que a RENOVA S.A. tem uma constante procura de inovação, antecipando necessidades e tendências do mercado, desenvolvendo produtos e serviços que criam paixão e cumplicidade com a sua marca, com uma relevante componente de exportação, entre outros fatores.

Na ocasião, em que estiveram presentes cerca de duas centenas de empresários e representantes de diversas entidades, houve igualmente oportunidade para destacar o importante peso dos setores representados pela apigraf na economia portuguesa: 4% do volume de emprego na indústria transformadora, 1,9% do PIB e um volume de exportações que, no seu conjunto (exportações diretas e indiretas), representam cerca de 33% da produção, ou seja cerca de 670 milhões de euros.

  VER GALERIA
Categories: Destaques Principais