“APIGRAF – INOVAR PARA VENCER” – Seminário Final destaca a excelente taxa de execução

“APIGRAF – INOVAR PARA VENCER” – Seminário Final destaca a excelente taxa de execução

Foi no passado dia 12 de dezembro que cerca de 200 empresários marcaram presença no Seminário Final de Disseminação dos Resultados do projeto “Apigraf – Inovar para Vencer”, que decorreu na Alfândega do Porto.

Na ocasião, o Presidente da Direção Executiva da Região Norte da Associação Portuguesa das Indústrias Gráficas, de Comunicação Visual e Transformadoras do Papel (APIGRAF), Dr. Lopes de Castro, realçou o facto de este projeto, financiado pelo Compete, ter contribuído para criar uma dinâmica na atividade da Associação e das empresas que a constituem, que há muito não era sentida. Por outro lado, destacou o facto de se ter feito o primeiro Estudo Estratégico para o sector gráfico e de transformação do papel, com especial incidência nas regiões de convergência, de grande importância não só pelo diagnóstico efetuado, mas sobretudo por apontar caminhos de desenvolvimento futuro.

Por seu turno, o Dr. Fernando Fontoura, Diretor de Serviços da Região Norte e responsável pelo projeto, realçou que, apesar das metas ambiciosas previamente definidas, “temos uma execução plena de todas as atividades, a que corresponderá uma taxa de execução financeira próxima dos 97%, sem necessidade de reprogramação temporal”.

O “Apigraf – Inovar para Vencer” foi constituído por nove atividades, sendo que duas delas eram basilares: O Estudo Estratégico e de Inovação, desenvolvido pela Augusto Mateus & Associados, e o Sistema de Informação e Inovação, que congrega informações económicas, estatísticas e técnicas sobre os sectores representados.

Para além destas, o Dr. Fernando Fontoura destacou os excelentes números de participação nas diferentes atividades desenvolvidas, nomeadamente nos Prémios APP – Apigraf Prémio Prestígio e PIAR – Prémio Inovação Apigraf Regiões, para além das relativas às ações de cooperação e de demonstração empresarial.

Antes da intervenção do Prof. Augusto Mateus, que abordou o tema da reindustrialização, houve ainda oportunidade para o Dr. Hermano Rodrigues, coordenador do Estudo Estratégico, apontar as principais ações de dinamização do sector que emergirão do trabalho desenvolvido.