Francesc Hostench-Feu novo presidente da Intergraf

Francesc Hostench-Feu novo presidente da Intergraf

Os membros da INTERGRAF, federação europeia da indústria gráfica, na qual a apigraf está filiada, elegeram Francesc Hostench-Feu, presidente da Gremi, a Associação de Impressão Catalã na Espanha, como o novo presidente da Intergraf.

O novo presidente, ao receber o selo presidencial da Intergraf, falou da “honra” de ser encarregue de liderar a Federação e da sua crença na cooperação a nível europeu. Fez igualmente um agradecimento especial a seu antecessor, Håvard Grjotheim que foi o presidente durante os últimos seis anos. A sua presidência coincidiu com uma época conturbada para a indústria gráfica europeia, em que a crise económica de 2008 teve um grande impacto na indústria e, como é referido no comunicado da Intergraf, Håvard Grjotheim “teve uma liderança que forneceu a segurança e otimismo necessários”.
Durante a presidência que agora cessa, a Intergraf reviu a quotização para ajudar as associações nacionais a assegurarem a sua manutenção na Federação e a permanecerem juntas num momento particularmente difícil, assegurando assim que Intergraf se mantenha no longo prazo como um elo de ligação de colaboração à escala europeia.
Durante o seu mandato, a Intergraf participou em projetos europeus que visam ajudar as empresas de impressão a gerir o futuro e lidar com as mudanças económicas e estruturais. Reconhecendo que a impressão e comunicação digital são complementares, Grjotheim ajudou a reformular o mandato da Intergraf para incluir o mundo digital. Sob a sua supervisão, a designação da Intergraf foi alterada para Federação Europeia de impressão e Comunicação Digital em vez da anterior Confederação Internacional de impressão e indústrias conexas.
O novo presidente, Hostench-Feu, disse: “Gostaria de agradecer ao senhor Grjotheim por seus muitos anos de serviço. É essencial para a indústria que continuemos a cooperar e colaborar através das fronteiras nacionais, dentro Intergraf. A natureza da comunicação humana tem mudado dramaticamente na última década e continuará a mudar. A Impressão deve acompanhar essa mudança. Juntos, podemos garantir um futuro vibrante para a nossa indústria.”