Papel e digital – APIGRAF escreve ao PM

Papel e digital – APIGRAF escreve ao PM

Rodeado de produtos do setor gráfico e tendo o cuidado de recolher ao final o que pareceu ser um papel com anotações, o Primeiro Ministro António Costa referiu na apresentação do Simplex + o objetivo “papel zero”.

“Vou propor um objetivo daqueles que todos dizem que é impossível: fazer de 2017 o primeiro ano do papel zero na nossa administração pública”. Foi esta tirada que motivou o envio de uma carta pela APIGRAF relativa ao efeito perverso da expressão utilizada.

A frase, proferida a 19 de maio, aquando da apresentação do programa Simplex +, suscitou desde logo desconforto e desagrado por parte de muitos agentes que representam a Indústria gráfica e transformadora do papel. Como se refere na carta enviada ao Primeiro-Ministro estes setores são constituídos por 2757 empresas, que empregam 26.532 trabalhadores e geram um volume de negócios de 2.538 milhões de Euros, parte das quais representada pela apigraf.

Fique a conhecer os argumentos utilizados pela Associação no próximo número da T&G (maio/junho).